Elixir; é um programa permanente de encontros, seminários, laboratórios com foco nas urgências e vitalidades da arte. Realizado desde 2019 a partir da interlocução entre os programas de pesquisa e extensão Áfricas nas Artes e Práticas Desobedientes – ambos localizados na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – visa através de diversas estratégias de criação fomentar e ampliar o debate em torno das problemáticas do fazer artístico a partir do nosso presente. Elixir; é também um pontapé inicial para a construção/fortalecimento de redes e geografias (in/trans) disciplinares que despontam, em diferentes partes do Brasil, entendendo a importância da ressignificação das noções de centralidade, conhecimento, criação e potencialização de saberes. Em 2019, Elixir; desenvolveu cerca de 6 atividades mediadas por artistas e pesquisadores de relevância internacional, mobilizou uma diversidade de público entre artistas, estudantes e a comunidade local (cerca de 500 participantes em todas as ações) fazendo circular possibilidades de encontro e fruição artística. Partimos da ideia de que as práticas e as formas de pensamento em arte dão passagem, sobretudo, o aparecimento novas de saídas e saúdes.

Em 2019...

O nascimento da forma: oceânicas, porosas e aquáticas

(Diane Lima e Rebeca Carapiá)

Macumba de Travesti, Feitiço de Bixa

(Castiel Vitorino Brasileiro / mediação Fábio Rodrigues)

Estéticas Macumbeiras na Clínica da Efemeridade

(Castiel Vitorino Brasileiro)

Entrê[s]tempos: a história como teoria da imitação

(Fernando Baldraia / mediação Gabriel Ávila)

Conversas com artistas

(Helen Sebidi / mediação Ana Beatriz Almeida)

Conversas com artistas

(Rosana Paulino / mediação Jamile Cazumbá)

Projetos e Instituições parceiras

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Centro de Artes, Humanidades e Letras

Núcleo de Memória e Documentação do Recôncavo

Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia

Instituto Goethe Bahia / VILA SUL